Loja Virtual

Assine a Newsletter

Fotos recentes

Videos Recentes

933 views - 1 comment
1076 views - 25 comments
940 views - 0 comments

No Facebook

Compartilhe no Facebook

Share on Facebook

Twitter

Artigos e Novidades na área terapêutica

 O Som Sagrado dos Tambores

Por Sthan Xanniã - em 15/10/2007

Para muitas culturas, o som do tambor é a força divina que se manifesta através das vibrações rítmicas.

Uma das técnicas ligadas ao uso das leis naturais, o som dos tambores tem suas raízes na sabedoria cujas origens se perdem no tempo. O homem nativo antigo desconhecia métodos organizados de "terapia dos sons". Mas, na verdade, nem precisava deles, pois conhecia e vivenciava espontaneamente a influência dos sons sobre seu ritmo de vida.

O estrondo sonoro provocado pelos trovões, a tranqüilidade gerada pelo ruído de uma chuva fina, o enlevo produzido pelo canto de um pássaro, o êxtase a que se é conduzido pelo som de um tambor e flauta: todos esses sentimentos são fruto de efeitos inexplicáveis, mas que sempre atraíram e exerceram forte influência sobre o ser humano. 

São muitas as referências e numerosos os escritos relacionados à aplicação do som na medicina. Na região próxima a Kahum, no Egito, foi descoberto em 1889 um papiro de aproximadamente 4500 anos que revelava a aplicação de um sistema de sons e de músicas, instrumentais ou vocais, para o tratamento de problemas emocionais e espirituais. Esse sistema incluía até mesmo indicações para algumas doenças físicas. A mitologia grega também é rica em informações sobre técnicas terapêuticas de caráter musical. Asclépio, ou Esculápio para os romanos, filho de Apolo e deus da medicina - do qual, acreditavam os gregos, descendia o próprio Hipócrates - tratava seus doentes fazendo- os ouvir sons considerados mágicos. 

Homero, por sua vez, famoso historiador que precedeu Platão, afirmava que a música foi uma dádiva divina para o homem: com ela, poderia alegrar a alma e assim apaziguar as perturbações de sua mente e de seu corpo. As ondas do som do tambor são capitadas pelo pavilhão auricular e chegam ao conduto auditivo e ao tímpano, cujas vibrações atingem o ouvido médio, onde são convertidas em impulsos nervosos.

Esses impulsos viajam até o cérebro pelo nervo ótico e ali são interpretados por células nervosas altamente diferenciadas, que "entendem" tais estímulos como som. O deslocamento das vibrações sonoras no líquido cerebrospinal e nas cavidades de ressonância no cérebro e termina um tipo de massagem sônica que, segundo a qualidade harmônica do som, produz efeitos positivos ou negativos, benefícios ou não ao sistema psicobioenergético. As fibras nervosas convertem o som captado em estímulo nervoso propriamente dito. 

Diante disso, é fácil imaginar os danos provocados pela vida numa cidade grande ou em locais com freqüentes ruídos fortes, constantes e desagradáveis. A musicoterapia se torna cada vez mais necessária, já que uma das técnicas capazes de restabelecer a paz e a harmonia interior do ser humano, hoje tão prejudicado pelo barulho, pelos sons agressivos, pela música dissonante ouvida em volume excessivamente alto. 

Estudos realizados na Academia Francesa de Medicina apontam o ruído forte como responsável por grande parte das depressões nervosas e de muitas enfermidades orgânicas. Segundo essas pesquisas, em 1982, o ruídos das fábricas foi responsável por 11% dos acidentes de trabalho; o excesso de barulho foi a causa de um terço dos casos de depressão nervosa entre trabalhadores franceses e uma em cinco internações psiquiátricas deveu-se a esse mesmo motivo. 
Da primeira infância à terceira idade, o poder do som pode significar, para as pessoas que buscam, um fator de crescimento e uma contribuição para a melhoria da qualidade de vida. As vivências musicais proporcionadas pelo som do tambor nativo estimulam a criatividade e a autoconfiança, ajudando a mobilizar o potencial de saúde do cliente. Tocando, cantando, improvisando, acompanhando e ouvindo música a pessoa partilha a sua experiência em sessões individuais ou de grupo.

O som mágico dos tambores atua, assim, no desenvolvimento do potencial criativo e na prevenção e tratamento de pessoas com diferentes necessidades. Há muitos milênios o tambor tem sido o instrumento de muitos povos, pois representa o som da vida, o som que ouvíamos no ventre de nossa mãe, tum! tum! tum! este era o som de dois corações batentes em perfeita harmonia.

 

 
USP CONFIRMA EFICÁCIA DO
PASSE MAGNÉTICO

Um estudo desenvolvido recentemente pela USP (Universidade de São Paulo), em
conjunto com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), comprova que a
energia liberada pelas mãos tem o poder de curar qualquer tipo de mal estar.

 

O trabalho foi elaborado devido às técnicas manuais já conhecidas na
sociedade, caso do Johrei, utilizada pela Igreja Messiânica do Brasil e ao mesmo
tempo semelhante à de religiões como o Espiritismo, que pratica o chamado
“passe”. Todo o processo de desenvolvimento dessa pesquisa nasceu em 2000, como
tema de mestrado do pesquisador Ricardo Monezi, na Faculdade de Medicina da USP. Ele teve a iniciativa de investigar quais seriam os possíveis efeitos da prática de imposição das
mãos. “Este interesse veio de uma vivência própria, onde o Reiki (técnica) já havia
me ajudado, na adolescência, a sair de uma crise de depressão”, afirmou Monezi, que hoje é pesquisador da Unifesp. Segundo o cientista, durante seu mestrado foi investigado os efeitos da imposição em camundongos, nos quais foi possível observar um notável ganho
de potencial das células de defesa contra células que ficam os tumores. “Agora, no meu doutorado que está sendo finalizado na Unifesp, estudamos não apenas os efeitos fisiológicos, mas também os psicológicos."

 


A constatação no estudo de que a  imposição de mãos libera energia capaz de produzir bem-estar foi possível  porque a ciência atual ainda não possui uma precisão exata sobre esse efeitos. “A ciência chama estas energias de ‘energias sutis’, e também considera que
o espaço onde elas estão inseridas esteja próximo às frequências eletromagnéticas de baixo nível”, explicou.


As sensações proporcionadas por essas práticas analisadas por Monezi foram a redução da percepção de tensão, do stress e de sintomas relacionados a ansiedade e depressão.
“O interessante é que este tipo de imposição oferece a sensação de relaxamento e plenitude. E além de garantir mais energia e disposição”. Neste estudo do mestrado foram
utilizados 60 camundongos. Já no doutorado foram avaliados 44 idosos com queixas de stress. O processo de desenvolvimento para realizar este doutorado foi finalizado no
primeiro semestre do ano passado. Mas a Unifesp está prestes a iniciar novas investigações a respeito dos efeitos do Reiki e práticas semelhantes.


Lembremos que Jesus ao curar sempre estendia as mãos.  Religiões Populares Brasileiras também estende as mãos a mais de quatro séculos, descendentes do africanismo.
Os egípcios, já usavam esse método bem antes de Cristo. Outras Filosofias como diversas técnicas orientais também aceitam a imposição de mãos sobre o outro.
Atualmente Religiões protestantes também praticam.

Partilho de: Luz da Nova Era 

 

SIGA SEU CORAÇÃO, ELE É MAIS INTELIGENTE DO QUE VOCÊ PENSA


SIGA SEU CORAÇÃO, ELE É MAIS INTELIGENTE DO QUE VOCÊ PENSA

O coração é também o primeiro órgão formado no útero. O resto vem depois.

Recentemente, neurofisiologistas ficaram surpresos ao descobrirem que o coração é mais um órgão de inteligência, do que (meramente) a estação principal de bombeamento do corpo. Mais da metade do Coração é na verdade composto de neurônios da mesma natureza daqueles que compõem o sistema cerebral. Joseph Chilton Pearce-, autor de A biologia da Transcendência, chama a isto de  ”o maior aparato biológico e a sede da nossa maior inteligência.”

O coração também é a fonte do corpo de maior força no campo eletromagnético. Cada célula do coração é única e na qual não apenas pulsa em sintonia com todas as outras células do coração, mas também produz um sinal eletromagnético que se irradia para além da célula. Um EEG que mede as ondas cerebrais mostra que os sinais eletromagnéticos do coração são muito mais fortes do que as ondas cerebrais, de que uma leitura do espectro de freqüência do coração podem ser tomadas a partir de três metros de distância do corpo … sem colocar eletrodos sobre ele!

A freqüência eletromagnética do Coração produz arcos para fora do coração e volta na forma de um campo saliente e arredondado, como anéis de energia. O eixo desse anel do coração se estende desde o assoalho pélvico para o topo do crânio, e todo o campo é holográfico, o que significa que as informações sobre ele podem ser lidas a partir de cada ponto deste campo.

O anel eletromagnético do Coração não é a única fonte que emite este tipo de vibração. Cada átomo emite energia nesta mesma frequencia. A Terra está também no centro de um anel, assim é o sistema solar e até mesmo nossa galáxia … e todos são holográficas. Os cientistas acreditam que há uma boa possibilidade de que haja apenas um anél universal abrangendo um número infinito e interagindo dentro do mesmo espectro. Como os campos eletromagnéticos são anéis holográficos, é mais do que provável que a soma total do nosso Universo esteja presente dentro do espectro de freqüência de um único anél.

Isto significa que cada um de nós está ligado a todo o Universo e como tal, podemos acessar todas as informações dentro dele a qualquer momento. Quando ficamos quietos para acessar o que temos em nossos corações, nós estamos literalmente conectados à fonte ilimitada de Sabedoria do Universo, de uma forma que percebemos como “milagres” entrando em nossas vidas.

Quando desconectamos e nos desligamos da sabedoria inata de amor do Coração, baseado nos pensamentos, o intelecto refletido no ego assume o controle e opera independentemente do Coração, e nós voltamos para uma mentalidade de sobrevivência baseada no medo, ganância, poder e controle. Desta forma, passamos a acreditar que estamos separados, a nossa percepção de vida muda para uma limitação e escassez, e temos que lutar para sobreviver. Este órgão incrível, que muitas vezes ignoramos, negligenciamos  e construimos  muros ao redor, é onde podemos encontrar a nossa força, nossa fé, nossa coragem e nossa compaixão, permitindo que a nossa maior inteligência emocional guie nossas vidas.

Devemos agora mudar as engrenagens para fora do estado baseado no medo mental que temos sido ensinados a acreditar, e nos movermos para viver centrados no coração. Para que esta transformação ocorra, é preciso aprender a meditar, “entrar em seu coração” e acessar a sabedoria interior do Universo. É a única maneira, é O Caminho. A medida que cada um de nós começa esta revolução tranquila de viver do Coração, vamos começar a ver os reflexos em nossas vidas e em nosso mundo. Esta é a forma como cada um de nós vai criar uma mudança no mundo, criar paz, criar harmonia e equilíbrio, e desta forma, vamos todos criar o Paradigma do Novo Mundo do Céu na Terra.

Rebecca Cherry

 

 

Pesquisa revela poder da energia liberada pelas mãos


Energia liberada pelas mãos consegue curar malefícios, afirma pesquisa da USP


25/11/2011 - 08h58 . Atualizada em 25/11/2011 - 09h00 
Gazeta de Ribeirão   

A missionária Marta Brisa transmite as tésnicas d Johrei em Ana Paula Politi
(Foto: Lucas Mamede/Da Gazeta de Ribeirão)

Um estudo desenvolvido recentemente pela USP (Universidade de São Paulo), em conjunto com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), comprova que a energia liberada pelas mãos tem o poder de curar qualquer tipo de mal estar. O trabalho foi elaborado devido às técnicas manuais já conhecidas na sociedade, caso do Johrei, utilizada pela igreja Messiânica do Brasil e ao mesmo tempo semelhante à de religiões como o espiritismo, que pratica o chamado “passe”. 

Todo o processo de desenvolvimento dessa pesquisa nasceu em 2000, como tema de mestrado do pesquisador Ricardo Monezi, na Faculdade de Medicina da USP. Ele teve a iniciativa de investigar quais seriam os possíveis efeitos da prática de imposição das mãos. “Este interesse veio de uma vivência própria, onde o Reiki (técnica) já havia me ajudado, na adolescência, a sair de uma crise de depressão”, afirmou Monezi, que hoje é pesquisador da Unifesp. 

Segundo o cientista, durante seu mestrado foi investigado os efeitos da imposição em camundongos, nos quais foi possível observar um notável ganho de potencial das células de defesa contra células que ficam os tumores. “Agora, no meu doutorado que está sendo finalizado na Unifesp, estudamos não apenas os efeitos fisiológicos, mas também os psicológicos”, completou. 

A constatação no estudo de que a imposição de mãos libera energia capaz de produzir bem-estar foi possível porque a ciência atual ainda não possui uma precisão exata sobre esse efeitos. “A ciência chama estas energias de ‘energias sutis’, e também considera que o espaço onde elas estão inseridas esteja próximo às frequências eletromagnéticas de baixo nível”, explicou. 

As sensações proporcionadas por essas práticas analisadas por Monezi foram a redução da percepção de tensão, do stress e de sintomas relacionados a ansiedade e depressão. “O interessante é que este tipo de imposição oferece a sensação de relaxamento e plenitude. E além de garantir mais energia e disposição.” 

Neste estudo do mestrado foram utilizados 60 ratos. Já no doutorado foram avaliados 44 idosos com queixas de stress. 

O processo de desenvolvimento para realizar este doutorado foi finalizado no primeiro semestre deste ano. Mas a Unifesp está prestes a iniciar novas investigações a respeito dos efeitos do Reiki e práticas semelhantes a partir de abril do ano que vem. 

 

 Setembro de 2011

Massagem Nativa impressiona os profissionais na Jornada de Massoterapia

por Miriam Temperani em 11/09/2011

Uma massagem em todo corpo, com óleos naturais extraídos de plantas, frutas e folhas maceradas e movimentos que lembram animais da floresta, rios e mares. Essa é a maneira que os guerreiros das tribos são preparados por suas mulheres para a luta. “Eles precisam estar sempre prontos para tudo e para cada necessidade era realizado um tipo de movimento com ervas e frutos para um cuidado do corpo, alinhando o coração, mente e espírito”, conta Sthan Xannia, terapeuta holístico e vibracional que trouxe a técnica da Massagem Nativa para a 4ª Jornada de Massoterapia, evento que ocorreu paralelamente a Beauty Fair 2011.

A massagem Nativa é uma técnica milenar, transmitida ao longo das épocas de geração em geração e consiste em avaliar as necessidades físicas e emocionais do paciente conforme prévia avaliação através de pontos específicos nos pulsos. “É preciso avaliar profundamente como o paciente está para então decidir qual técnica aplicar. A junção das energias do terapeuta com o paciente é que fazem toda diferença”, explica Sthan.

O palestrante explicou que principalmente as mulheres passam por cima de muitos sentimentos e isso somatiza em algumas regiões específicas do corpo, como útero e tireóide, acarretando em complicações. O resultado da massagem é um equilíbrio completo entre corpo, alma e mente, o que pode diminui o tempo de resposta comparado a um tratamento mais convencional de terapia corporal em até 50%.

Sthan também explicou que o profissional de massoterapia precisa estudar muito para aprender a técnica. São em média de 5 a 6 anos de aprendizagem para se graduar completamente. Ele fez uma demonstração da massagem aplicando a técnica em uma modelo e ensinando as variações de toques que remete a cada animal. Ao todo são 22 movimentos que devem ser aplicados de acordo com a avaliação e necessidade do paciente. Os ensinados pelo palestrante foram o movimento da serpente, lagarto, urso e tartaruga marinha, cada um com sua particularidade e eficiência para determinado problema.

Muitos presentes ficaram impressionados com a massagem e toda história e benefícios oferecidos e, até então, não muito difundidos. Um deles foi o terapeuta ayurvédico Luis Roberto Alves, de 44 anos e morador de Mogi Guaçu, São Paulo que se encantou pela palestra e pretende pesquisar mais sobre o tema. “Achei a palestra muito boa. Não conhecia a técnica mas percebi que tem movimentos parecidos com a ayurvédica, mas com metodologia diferente, mas muito útil. Com certeza vou pesquisar mais sobre o assunto”, confirmou.

É a Beauty Fair inovando e trazendo o que há de melhor para a profissionalização e aperfeiçoamento do profissional de beleza e bem estar. 

 

Fonte: http://www.beautyfair.com.br/estetica/noticia/1682.html

 

 

 

Código Internacional de Doenças (OMS) inclui influência dos Espíritos - Medicina reconhece obsessão espiritual
Uma nova postura da medicina frente aos desafios da espiritualidade


Dr. Sérgio proferindo uma excelente palestra sobre glândula pineal na Universidade de Caxias do Sul, onde discorreu sobre os assuntos desta matéria
MD. Sérgio Felipe de Oliveira com a palavra:
"Ouvir vozes e ver espíritos não é motivo para tomar remédio de faixa preta pelo resto da vida... Até que enfim as mentes materialistas estão se abrindo para a Nova Era; para aqueles que queiram acordar, boa viagem, para os que preferem ainda não mudar de opinião, boa viagem também..."

Uma nova postura da medicina frente aos desafios da espiritualidade.

Vejam que interessante a palestra sobre a glândula pineal do Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, médico psiquiatra que coordena a cadeira de Medicina e Espiritualidade na USP:
A obsessão espiritual como doença da alma, já é reconhecida pela Medicina. Em artigos anteriores, escrevi que a obsessão espiritual, na qualidade de doença da alma, ainda não era catalogada nos compêndios da Medicina, por esta se estruturar numa visão cartesiana, puramente organicista do Ser e, com isso, não levava em consideração a existência da alma, do espírito. No entanto, quero retificar, atualizar os leitores de meus artigos com essa informação, pois desde 1998, a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu o bem-estar espiritual como uma das definições de saúde, ao lado do aspecto físico, mental e social. Antes, a OMS definia saúde como o estado de completo bem-estar biológico, psicológico e social do indivíduo e desconsiderava o bem estar espiritual, isto é, o sofrimento da alma; tinha, portanto, uma visão reducionista, organicista da natureza humana, não a vendo em sua totalidade: mente, corpo e espírito.

Mas, após a data mencionada acima, ela passou a definir saúde como o estado de completo bem-estar do ser humano integral: biológico, psicológico e espiritual.

Desta forma, a obsessão espiritual oficialmente passou a ser conhecida na Medicina como possessão e estado_de_transe, que é um item do CID - Código Internacional de Doenças - que permite o diagnóstico da interferência espiritual Obsessora.

O CID 10, item F.44.3 - define estado de transe e possessão como a perda transitória da identidade com manutenção de consciência do meio-ambiente, fazendo a distinção entre os normais, ou seja, os que acontecem por incorporação ou atuação dos espíritos, dos que são patológicos, provocados por doença.

Os casos, por exemplo, em que a pessoa entra em transe durante os cultos religiosos e sessões mediúnicas não são considerados doença.

Neste aspecto, a alucinação é um sintoma que pode surgir tanto nos transtornos mentais psiquiátricos - nesse caso, seria uma doença, um transtorno dissociativo psicótico ou o que popularmente se chama de loucura bem como na interferência de um ser desencarnado, a Obsessão espiritual.

Portanto, a Psiquiatria já faz a distinção entre o estado de transe normal e o dos psicóticos que seriam anormais ou doentios.

O manual de estatística de desordens mentais da Associação Americana de Psiquiatria - DSM IV - alerta que o médico deve tomar cuidado para não diagnosticar de forma equivocada como alucinação ou psicose, casos de pessoas de determinadas comunidades religiosas que dizem ver ou ouvir espíritos de pessoas mortas, porque isso pode não significar uma alucinação ou loucura.

Na Psicologia, Carl Gustav Jung, discípulo de Freud, estudou o caso de uma médium que recebia espíritos por incorporação nas sessões espíritas.

Na prática, embora o Código Internacional de Doenças (CID) seja conhecido no mundo todo, lamentavelmente o que se percebe ainda é muitos médicos rotularem todas as pessoas que dizem ouvir vozes ou ver espíritos como psicóticas e tratam-nas com medicamentos pesados pelo resto de suas vidas.

Em minha prática clínica (também praticada por Ian Stevenson), a grande maioria dos pacientes, rotulados pelos psiquiatras de "psicóticos" por ouvirem vozes (clariaudiência) ou verem espíritos (clarividência), na verdade, são médiuns com desequilíbrio mediúnico e não com um desequilíbrio mental, psiquiátrico. (Muitos desses pacientes poderiam se curar a partir do momento que tivermos uma Medicina que leva em consideração o Ser Integral).

Portanto, a obsessão espiritual como uma enfermidade da alma, merece ser estudada de forma séria e aprofundada para que possamos melhorar a qualidade de vida do enfermo.
Fonte: Osvaldo Shimoda
Colaboração de CEECAL - Centro de Estudos Espírita Caminho da Luz

Entrevista com neuropsiquiatra Sérgio Felipe de Oliveira

Há quase um século se estuda os fenômenos orgânicos e psíquicos da mediunidade. No Brasil um dos mais importantes estudiosos nesta área é o neuropsiquiatra Sérgio Felipe de Oliveira, mestrado em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor da Clínica Pineal Mind de São Paulo.

A Ciência reconhece o tema da “mediunidade”?

O Código Internacional de Enfermidades (CID) N°10 (F44.3) de certa forma o reconhece; do mesmo modo que o tratado de Psiquiatria de Kaplane e Sadock, no capítulo sobre as teorias da Personalidade, quando se refere ao estado de transe e de possessão pelos espíritos. Carl Gustav Jung, fez um estudo com uma médium possuída por espíritos. Enfim, já é uma abertura para discutir o tema do ponto de vista científico.

No seu curso, como o senhor orienta as pessoas para o estudo da mediunidade?

De início, é necessário apresentar os conceitos de Universos Paralelos e a Teoria das Superquedas, porque essas hipóteses científicas buscam a unificação de todas as forças físicas conhecidas e pressupõem a existência de 11 dimensões, coincidindo com a revelação espírita sobre os diversos planos da vida espiritual. Temos que estudar também outros temas científicos importantes, tal como a Física Quântica, apresentada por Einstein e desenvolvida por Paul Dirac, assim como o teorema de Gödel. Precisamos discutir um pouco sobre os tipos de matéria que participam da construção dos corpos sutis do espírito, além de estudar a dinâmica da Psicologia Transpessoal. Assim podemos entender melhor como se pruduz a comunicação entre os espíritos, sejam esses encarnados ou desencarnados.

Que seria realmente a mediunidade?

A mediunidade é uma faculdade da percepção sensorial. Como qualquer faculdade deste tipo, para ser exercida, a mediunidade necessita de um órgão que capte e o outro que interprete. A nossa hipótese é que a glândula pineal é um órgão sensorial da mediunidade, como um telefone celular, que capta as ondas do aspecto eletromagnético, que vêm da dimensão espiritual, e o lóbulo frontal faz o juízo crítico da mensagem, auxiliado pelas demais áreas encefálicas.

Mas a glândula pineal não se calcifica depois dos 10 anos de idade?

De fato, ocorre o processo bio-mineral da glândula e ela se calcifica. Em minha tese de doutorado da USP, investiguei os cristais da glândula pineal mediante a difração dos raios X.

Eu usei também a tomografia computadorizada e a resonância magnética. Tive a oportunidade de observar nos cristais uma micro circulação sangüínea que os mantinha metabolicamente ativos e vivos.

Acredito que sejam estruturas diamagnéticas que repelem ligeiramente o campo magnético, cujas ondas se deixam ser recocheteadas de um cristal a outro. Isso é como um seqüestro dos campos magnéticos pela glândula. Quanto mais cristais uma pessoa tem, mais possibilidades terá de captar as ondas eletromagnéticas. Os Médiums ostensivos têm mais cristais.

Quais são os sintomas da mediunidade?

Variam dependendo do tipo da mediunidade. Nos fenômenos espíritas, como é o caso da psicofonia, da psicografia, da possessão, etc, há captação pelos cristais da glândula pineal e sua ativação adenergética, quero dizer que pode ocorrer ataque cardíaco, aumento do fluxo renal, circulação periférica diminuída, etc. Nos fenômenos psíquicos, em que a alma do encarnado se afasta do corpo, como em estado de desdobramento, os sintomas são outros: podemos ter distúrbios de sono, sonambulismo, terror noturno, ranger de dentes, angústia, fobia, etc. Encaixam-se aqui também os fenômenos de cura e ectoplasma. Nos psíquicos, ocorrem mais fenômenos colienergéticos: expansão das atividades do aparelho digestivo, diminuição da pressão arterial, etc.

Quer dizer que a mediunidade não se manifesta sempre como fenômeno paranormal?

Correto. Uma boa parte das vezes, se expressa mediante alterações do comportamento psicobiológico. A explicação é a seguinte: a glândula pineal, um órgão sensorial, capta as ondas magnéticas dos universos paralelos; a percepção seria enviada ao lóbulo frontal que a interpretaria. Para isso é necessário se ter um certo treino e, antes de mais nada, a transcendência, do contrário não há desenvolvimento nessa área.

E no caso de a pessoa não conseguir essa trascendência?

Nesse caso as ondas magnéticas vão influir diretamente sobre as áreas do hipotálamo e as estruturas ao seu redor, sem passar pelo juízo crítico do lóbulo frontal e sem receber seu comando. Conseqüentemente a pessoa perde o controle do comportamento psicobiológico e orgânico. É o que acontece em muitos casos de obesidade, quando a pessoa come sem fome ou nos casos de dificuldades nas relações sexuais.

Se o efeito se produz na área da agressividade, haverá talvez um aumento da auto-agressividade (desencadeando depressão e fobia) ou da hetero-agressividade (com violência contra outras pessoas). Se o sistema reticular ascendente é ativado (esse sistema é responsavel pelos estados de sono e vigilia) podem ocorrer distúrbios nessa área. Nos casos citados ocorrem sintomas sem desenvolvimento da mediunidade, com alterações hormonais, psiquiátricas ou orgânicas. Se não há o controle do lóbulo frontal, as áreas mais primitivas predominam. A pessoa não usa a capacidade de transcendência. Essas são hipóteses que acumulei durante as investigações e nos casos clínicos.

Se um paciente lhe perguntasse se o seu problema é espiritual ou orgânico, qual seria a sua resposta?

Não existe uma coisa separada da outra. Eu parto da hipótese de que a pessoa é um espírito. Por isso a influência espiritual tem repercursão biológica e os comportamentos psico-orgânicos têm influência sobre o espírito.

Qual e o caminho para a integração da ciência e da espiritualidade?

O cérebro está, como um embrião, ligado ao coração. Não existe raciocínio sem emoção. Somente a capacidade de amar constrói a verdadeira identidade das pessoas. Somente após a união definitiva entre a Ciência e a Espiritualidade, a humanidade poderá encontrar a paz e o amor.

Fonte: Sérgio Felipe de Oliveira é um psiquiatra brasileiro, doutor em Neurociências, mestre em Ciências pela USP (Universidade de São Paulo) e destacado pesquisador na área da Psicobiofísica. A sua pesquisa reúne conceitos de Psicologia, de Física, de Biologia e de Espiritismo.

Desenvolve estudos sobre a glândula pineal, estabelecendo relações com atividades psíquicas e recepção de sinais do mundo espiritual por meio de ondas eletromagnéticas. Realiza um trabalho junto à Associação Médico-Espírita de São Paulo AMESP e possui a clínica Pineal Mind, onde faz seus atendimentos e aplica suas pesquisas.

Segundo o mesmo, a pineal forma os cristais de apatite que, em indivíduos adultos, facilita a captura do campo magnético que chega e repele outros cristais. Esses cristais são apontados através de exames de tomografia em pacientes com facilidade no fenómeno da incorporação. Já em outros pacientes, em que os exames não apontam tais cristais, foi observado que o desdobramento fora facilmente apontado.

Segundo a revista Espiritismo & Ciência,[1] "o mistério não é recente. Há mais de dois mil anos, a glândula pineal é tida como a sede da alma. Para os praticantes da ioga, a pineal é o ajna chakra, ou o “terceiro olho”, que leva ao autoconhecimento. O filósofo e matemático francês René Descartes, em Carta a Mersenne, de 1640, afirma que “existiria no cérebro uma glândula que seria o local onde a alma se fixaria mais intensamente”.

Sérgio Felipe de Oliveira tem feito palestras sobre o tema em várias universidades do Brasil e do exterior, inclusive na Universidade de Londres. Numa apresentação na Universidade de Caxias do Sul, o pesquisador afirmou ter recebido vários estímulos para estudar a glândula pineal quando ainda estava concentrado em pesquisas na área de física e matemática. Um desses estímulos foi uma visão em que lhe apareceu o professor Zerbini, renomado médico cardiologista e pioneiro dos transplantes de coração no Brasil. Zerbini, a quem Sérgio teria substituído em seus dois últimos compromissos acadêmicos, sugeriu a Sérgio insistentemente (durante a visão) que estudasse a glândula pineal, conforme o relato do pesquisador.
 
fonte: www.florais.com.br 

 

Artigos sobre Cura, Espiritualidade Nativa e Conhecimentos do Caminho.

 
O SURGIMENTO DA NOVA TERRA

AVENTURAS NA NOVA CONSCIÊNCIA 

O ECLIPSE SOLAR DE 1º DE JULHO:

O DESPERTAR DAS “LINHAS DA ROSA”

E OS FLUXOS NORTE/SUL NAS GRADES GLOBAIS


Tenho certeza de que todos vocês concordam que as energias estiveram emocionantes, mas muito difíceis neste último mês, quando passamos pelo primeiro Eclipse Solar, e então o Eclipse Lunar Total. Agora estamos nos aproximando do eclipse culminante desta série, o Eclipse Solar Parcial no dia 1º de Julho.


A Reativação dos complexos de Stonehenge e de Giza foram alinhamentos incríveis para o Planeta, mas este eclipse que está chegando será algo como um “grand finale” para esta série de Eclipses.


Em primeiro lugar... ele cai em Câncer... na energia da Deusa, do Feminino Divino. Em segundo lugar... ele será visível somente nas regiões extremas ao Sul da Antártica, alinhadas com a África do Sul, como vocês podem ver a partir deste mapa que eu peguei emprestado de www.spaceweather.com:



No Sistema de Grades da Nova Terra, o poder flui do Sul para o Norte, e do Norte para o Sul. O Fluxo que é conhecido como o Fluxo da “Linha da Rosa”, ou o Fluxo ou corrente da Deusa/Feminino Divino, se move da área do Pólo Sul da Antártica e na direção Norte ao longo das linhas dos meridianos que são chamadas de “Linhas da Rosa”.


A mais ativa destas “Linhas da Rosa” no momento, é o fluxo Sul/Norte e Norte/Sul através das Américas... da Antártica e acima, através da Terra Do Fogo e da Patagônia, e então ao longo dos Andes, passando pela América Central e acima, através das Montanhas Rochosas ao Círculo Polar Norte. Este é o território da Águia e do Condor, e enquanto eles se unem para cumprir as profecias do fim dos tempos, estamos experienciando grande Transformação no Planeta.


A Antártica é a terra branca cristalina, que é o equivalente à Glândula Pineal no Corpo Humano, e ela recebe os Códigos de Luz do Centro Galáctico em sua forma mais pura e poderosa. Estes Códigos entram nas grades e são enviadas a aqueles pontos que são como as glândulas pituitárias, e estes pontos os enviam a todo o Corpo Planetário. Estes “Nodos da Rosa”, como eu os chamo, são a Terra do Fogo e a Patagônia, incluindo o Chile e a Argentina, a África do Sul e a Nova Zelândia, a Tasmânia e a Austrália. Estas áreas estão se “alinhando”, para serem os pontos de Conexão da Luz para a energia do Código de Luz do Feminino Divino, enquanto é transmitida a partir do Centro Galáctico.


Para mim, este será um momento emocionante. Eu estarei recebendo esta Ativação da Grade da Cidade do Cabo... provavelmente o ponto na Terra mais próximo às ativações do Eclipse! Em Agosto, eu estarei viajando ao norte da Finlândia e até Lapônia, tão distante ao norte quanto é possível ir dentro do território deste novo Fluxo da Grade da Linha da Rosa. Eu “fluirei” com as energias e celebrarei com todos que eu encontrar!



Mas, vocês podem perguntar qual é o significado mais profundo desta ativação e do eclipse. Em primeiro lugar, ele ativará as novas Energias Espirituais dentro da Terra, nas áreas da África, Europa e Oriente Médio, trazendo as energias do “despertar” a estas áreas. A Rosa Sagrada e os Códigos do Graal que estão associados à energia de Yeshua, Maria Madalena e do Cristo Cósmico, serão plenamente ativados. Além disto, os povos Indígenas das Regiões sentirão a energia do Renascimento e da Renovação... enquanto o Norte e o Sul se juntam na Unidade do Fluxo da Energia da Rosa.



Este processo esteve em curso por algum tempo na América do Sul e do Norte, onde eu tive o privilégio de trabalhar e fazer cerimônias. O destaque para mim foi em 2008, quando liderei uma Cerimônia da Lua Cheia, trabalhando com a Deusa Jaguar (a principal divindade do panteão Olmeca), com 200 pessoas, nas Cataratas do Iguaçu, na fronteira Brasil/Argentina... todos parte desta poderosa ativação dos Fluxos do Norte e do Sul e o encontro da Águia e do Condor, de acordo com as profecias.


Neste ponto, é bom lembrar que o ponto principal das Profecias é a cura da Terra e o restabelecimento do “relacionamento adequado” e do equilíbrio com a Natureza. Neste momento do Eclipse Solar no dia 1º de Julho, estes são os temas que serão destacados e enfatizados... entrar no Relacionamento Adequado com nós mesmos, com os nossos semelhantes e com o Planeta e todos que vivem nele. É o momento de buscar a Harmonia, a Verdade e a Luz que flui nas Linhas da Rosa!


Para celebrar este momento, eu lhes ofereço uma bela experiência... um filme que foi feito por um Xamã contemporâneo, que vive em Bogotá, Colômbia. Seu nome é Luis Condor Mejia e o seu filme fala das energias desta Transformação. Chama-se “Profecia: A Última Mensagem” e se encontra em duas partes: 

1ª Parte:
http://www.youtube.com/watch?v=ugyOS-ZYf6k&feature=player_embedded

2ª Parte
http://www.youtube.com/watch?v=syyo14dr_BY&feature=player_embedded



© 20011 Celia Fenn e Starchild Global

http://www.starchildascension.org/

por Célia Fenn - Junho de 2011


Este trabalho é licenciado sob a Creative Commons License

Você é livre para copiar, distribuir, exibir e executar a obra, sob as seguintes condições: Você deve dar crédito ao autor, não poderá utilizar este procedimento para fins comerciais, e você não pode alterar, transformar ou basear - se neste trabalho. Para qualquer reutilização ou distribuição, você deve deixar claro para outros os termos da licença deste trabalho. Qualquer uma destas condições podem ser derrogadas se você obter permissão do detentor dos direitos autorais. Qualquer outra finalidade de utilização deve ser concedida autorização pelo autor.



Tradução: Regina Drumond - 
 
 
 
 
As mensagens do Plano Superior

Uma mensagem dos Registros Akáshicos canalizada por Jen Eramith (MA, USA) em 1º de junho de 2011

 

Que energias e experiências podemos esperar em junho de 2011?

Este promete ser um mês muito produtivo. Existe um forte movimento para frente que não é como um empurrão ou um impulso. É como um avanço uniforme. A energia do inverno e da primavera [verão e inverno no hemisfério sul] trouxe desafios. Trouxe também bastante sustentação. Neste mês você sentirá que, em vez de as coisas ficarem subindo e descendo e você tentando acompanhar tantas mudanças, você terá uma percepção mais clara da direção que as coisas estão tomando.

Os desafios na sua vida vão começar a se alinhar de modo que, mesmo que continuem existindo, eles irão todos na mesma direção. Você perceberá que algumas soluções poderão ser aplicadas a problemas diferentes. Você terá mais facilidade para identificar os padrões e isto vai ajudá-lo a encontrar soluções. O potencial é que junho possa lhe parecer mais fácil, mas só no caso de você estar disposto a trabalhar, mantendo seus olhos abertos, suas mãos no volante, prestando atenção a tudo o que surgir na sua vida e trabalhando com o que vier para você.

Se tentar descansar em junho, vai acabar se perdendo. Se evitar trabalhar no seu caminho de vida, será como se estivesse num rio e ficasse preso num redemoinho – você se sentirá como se estivesse sendo empurrado para todos os lados. Junho é um período para se ter prazer no trabalho. É um momento para se ter prazer em conseguir fazer as coisas, movendo-as para frente, trabalhando com outros para encontrar soluções. Esta é a dinâmica geral das energias de junho de 2011.

Como podemos tirar maior proveito da energia deste mês?

O melhor modo de se beneficiar desta energia é planejando com antecedência o que você tem que trabalhar. No começo do mês, tire uns instantes para refletir sobre como foi o seu ano até agora. Muitas coisas mudaram no mundo e muitas coisas mudaram na sua vida pessoal. Muitas dessas mudanças foram fundamentais – as suas bases internas mudaram. Os paradigmas estão mudando, os centros de poder estão mudando. Isto é verdade para o mundo; e também é verdade para você como indivíduo.

Talvez você ainda não tenha realmente conseguido encontrar o sentido disto ou descobrir aonde tudo isto vai levá-lo, mas se olhar para trás… no começo de junho, olhe para trás, veja como foi o seu ano até este ponto e faça uma lista dos seus desafios. Quais foram as maiores mudanças na sua vida? Quais foram as experiências mais desconcertantes, ou difíceis ou desafiadoras para você até agora? E a cada um desses desafios, pergunte a si mesmo: “Como me sinto em relação a isto? Como eu me sentia a respeito desta questão antes? Como me sinto a respeito disto agora? O que mudou e o que precisa mudar?” Então, depois de fazer isto, olhe para trás e repare que existem alguns padrões, que existem alguns temas semelhantes nesses desafios diferentes.

Mesmo que sejam partes muito diferentes da sua vida, você vai descobrir que são temas semelhantes. Pode ser que você tenha a mesma emoção a respeito de todos eles, ou tenha que fazer o mesmo tipo de mudança em todos eles. Procure as semelhanças, procure os padrões e depois olhe adiante para junho. Pense em quais são os seus planos, pense nas pessoas que você verá neste mês, nos projetos e tarefas que você deseja ter realizado. Reflita sobre como esses padrões podem interagir com os seus planos. Pense antecipadamente em como pode resolver alguns problemas antes que eles cheguem, baseando-se nas coisas que lhe aconteceram neste ano, até este momento. Talvez seu tema seja assumir seu próprio poder ou saber se defender. Talvez seu tema seja ser um ouvinte melhor. Talvez seu tema seja aprender a contar até dez antes de perder a paciência. Seja o que for, existe algo que vem se formando e se desenvolvendo, e está na hora de finalmente aprender isto e aplicá-lo em junho. Esta é a melhor forma de realmente trabalhar com esta energia.

Com exceção deste processo, não há nada que você tenha que fazer acontecer neste mês. Já haverá muita coisa acontecendo! Simplesmente observe as experiências que vêm para você; observe as pessoas que se apresentem em sua vida, observe os problemas que se apresentem. Tudo isso está lhe dando o que você precisa para seguir adiante. Você não precisa inventar nada, você não precisa procurar nada. Este não é um momento para contemplação silenciosa, e não é um momento para busca espiritual profunda. Este é um momento para trabalhar na sua vida e fazer o melhor que puder com ela. Dê cada passo que puder com a maior integridade possível.

-------.........----==II==-----............--------

Copyright © Akashic Transformations 2005 - 2011 Todos os direitos reservados.

Esta Mensagem foi canalizada dos Registros Akáshicos por Jen Eramith, M. A. É dada permissão para copiá-la e redistribuí-la, desde que seu conteúdo permaneça completo, todos os créditos sejam dados ao autor, e que ela seja distribuída gratuitamente.

http://www.akashictransformations.com

 

 

 

AS ENERGIAS DE DEZEMBRO
30 de Novembro de 2010
Canalizadora: Jennifer Hoffman

Finalmente é o último mês do que tem sido um ano desafiador, mas não tanto como nos anos anteriores. Este mês poderá parecer que se move lentamente porque haverá muitas oportunidades para completar o trabalho que estivemos fazendo durante todo o ano e isto inclui a liberação final das crenças, de pessoas, situações e memórias com que estivemos trabalhando desde 1995. Para nos dar o apoio, Mercúrio estará retrógrado durante todo o mês, Vênus estará retraçando o seu caminho retrógrado até o dia 21 e teremos um eclipse lunar da lua cheia no mesmo dia. Espero que estejam prontos para deixar ir as coisas, porque isto passou de “opcional” para “necessário”.

Mercúrio retrógrado é provavelmente a coisa mais importante que temos neste mês, pois ele se encontra com Plutão por quase uma semana. Esta é uma energia intensamente transformadora que remove todos os obstáculos para a mudança, com o poder de vaporizar qualquer coisa em seu caminho. Eu sempre considerei Mercúrio como estando fortemente associado ao Carma, assim estejam preparados para enfrentar os seus desafios do ciclo Cármico com o propósito de concluí-los definitivamente. Se vocês não sabem quais são eles agora, não se preocupem, quando eles chegarem, vocês saberão! Uma dica: prestem atenção a qualquer coisa ou pessoa que os tornem muito irritados ou que os provoque de uma forma que seja difícil de ignorar...

Então, há o eclipse da lua cheia que está a 29 graus de Gêmeos. Esta é a terceira lua cheia que ocorreu no último grau de um signo, e isto é muito significativo, já que este ano se tratou de términos, liberação de bloqueios, e conclusão do Carma. E neste dia, Vênus se afasta de sua sombra e Mercúrio passa uma marca de 29 graus em seu retrógrado. Marte se encontrará com Plutão dois dias antes do eclipse. Vocês acham que haverá alguma séria “energia de conclusão” acontecendo durante a semana do Natal? Prestem atenção ao que acontecerá nas reuniões de sua família durante este período.

O foco para este mês está em como vocês querem entrar no novo ano. Que intenções vocês querem estabelecer para si mesmos e o que precisam fazer para estarem prontos para cumpri-las? Dezembro os ajudará a liberar qualquer coisa que esteja em seu caminho. Em outras palavras, o que vocês amadureceram que possam deixar agora para trás, sabendo que assim que façam outra coisa que esteja alinhado com a sua nova intenção, assumirá o seu lugar?

Enquanto vocês atravessam este mês, não se arrependam ou resistam ao que deixar a sua vida, pois muitas coisas provavelmente deixarão. Em vez disto, façam uma lista das novas intenções de sua vida e deixem que isto seja o seu foco, enquanto permitem que esta energia de conclusão os ajude a remover qualquer coisa que os impeçam da paz, alegria, prosperidade, abundância e amor que querem em sua vida.

Tenham um mês maravilhoso.


Tradução: Regina Drumond – [email protected] 

 

 

Artigos 

No passado, a verdadeira cura do futuro
No passado, a verdadeira cura do futuro

Bookmark and Share    

O termo Xamanismo é de origem siberiana, baseado no conceito do saman, que identifica "aquele que não perdeu a integração". 

O Xamanismo tem a sua origem na pré-história, quando nossos ancestrais decidiram vencer todos os obstáculos impostos no caminho da evolução. Através da integração com o meio ambiente, confiança e determinação descobriram as fórmulas que iriam garantir a sua sobrevivência. Não possuíam ferramentas, armas, nem tecnologia, mais com a necessidade de vencer e sobreviver, criaram técnicas naturais, se organizaram e desenvolveram plenamente seu poder pessoal. 

Para nós, atualmente é difícil admitir o sucesso destes caçadores neanderthais que enfrentavam tanta adversidade constantemente. Uma das muitas adversidades daquele tempo era o momento da caça, quando grupos pequenos de indivíduos, munidos de bastões de madeira com ponta de pedra afiada enfrentavam mamutes e outros enormes animais pré-históricos. Os guerreiros antigos estavam inteiros; utilizavam todo seu poder pessoal e uma enorme integração com as forças naturais, as quais o xamanismo decodificava e direcionava em prol de sua sobrevivência e sucesso. 

Antes de caçar, os guerreiros se reuniam em uma caverna, desenhavam no chão o animal que necessitavam caçar, um mamute, por exemplo, dançavam a sua volta e, no momento certo, o líder guerreiro atingia o desenho com sua lança e logo após os outros seguiam a mesma atitude. Recolhiam as lanças, dançavam em torno do desenho e tinham a certeza de que conseguiriam trazer alimentos para suas mulheres e filhos com o mínimo de perdas de companheiros caçadores. Pois, só assim, assegurariam a sobrevivência da tribo e de sua espécie. 

O Xamanismo possibilitou um maior senso de comunidade, organização e disciplina, além de uma maior autoconfiança, fé e integração ambiental. Também foi responsável pelo surgimento de várias técnicas de cura, estratégias, filosofia e artes. Várias técnicas muito antigas são utilizadas até hoje, algumas adaptadas com nomes diferentes e reconhecidas por comunidades cientificas, outras com características tradicionais milenares reconhecidas popularmente, mais o importante é que essas maravilhosas técnicas naturais ainda estão sendo utilizadas com sucesso total até hoje e, com certeza, serão utilizadas muito futuramente. 

O Xamanismo é mais abrangente que apenas técnicas, pois também é uma filosofia profunda de vida onde adquirimos o respeito pelo meio ambiente, honramos os nossos ancestrais e o conhecimento adquirido, resgatamos a integração com o meio ambiente, a dignidade e o nosso poder pessoal. Através do respeito por todos e pelo todo e um rigoroso código de ética, os guerreiros da luz têm como missão buscar a paz, saúde, equilíbrio, sucesso e uma compreensão mais ampla sobre tudo. Sabemos que cada um de nós tem a responsabilidade de escrever sua própria história pessoal e nos colocarmos como heróis ou não, construindo, assim, o nosso destino. 

Através do xamanismo, resgatamos nosso guerreiro que hoje não necessita caçar mamutes mais sim um emprego, alimento para nossa família, educação e saúde. Não podemos esquecer também a necessidade do resgate da anciã e do ancião que existe dentro de cada um de nós e que nos facilita alcançar uma maior maturidade, interiorização, comunicabilidade, sociabilidade, saúde, sensibilidade, altruísmo, inspirações e inúmeras outras possibilidades. O resgate do curumim (criança) é de extrema importância, pois nos livra dos medos, tristezas, estagnações e nos lembra a necessidade de sorrir e brincar, novamente unidos à nossa grande Mãe Terra. 

Os animais de poder também são pontos importantes no resgate do homem integral. Os movimentos e meditações com eles podem nos ajudar resgatar muito de nosso poder pessoal e possibilitar mais saúde e integração com o todo (ex.: o jaguar nos ajuda com a força, autoconfiança, determinação, habilidade no movimento e equilíbrio; o macaco ou elefante com a alegria, saúde, pureza, integração; a águia, espiritualidade, altruísmo, fraternidade, visão; o cavalo, prosperidade, firmeza, sorte, liberdade, realização.) 

O Povo de Pedra (reino mineral) são poderosos símbolos da memória integral e do poder de concentração e direcionamento objetivo, além de serem responsáveis por várias técnicas de harmonização integral. O Povo em Pé (reino vegetal) também são de fundamental importância no treinamento xamânico, pois nos ajudam conhecer o poder de harmonização e de integração, através de aliados deste reino, além de nos ajudar a resgatar o equilíbrio com a energia da mãe terra (telúrica) e do pai céu (energia cósmica), facilitando-nos equilibrar essas duas formas poderosas de energia. 

No Xamanismo, também damos grande importância aos elementos fogo - água - terra e ar, os quais são de grande valor tanto na manutenção do equilíbrio em nosso corpo quanto em nosso meio ambiente. Esses elementos, quando em desarmonia, são indicadores de desequilíbrios e quando estão em harmonia indicam facilidades em nossa vida, saúde e realizações. 

No Xamanismo, percebemos que somos uma semente, um micro-universo de possibilidades, nos preparando para nos tornar uma bela árvore (macro-universo ). Temos uma GRANDE certeza - que o potencial da árvore existe na semente.

Rogério Mariani (Bari Meri)

http://www.universus.com.br/art291.htm  

 

INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL NAS EMPRESAS

Léo Artése
 
 

O Psicólogo Richard N. Wolman, pesquisador da natureza da espiritualidade e escritor do Livro Inteligência Espiritual, define o termo Inteligência Espiritual como a capacidade de fazer perguntas fundamentais sobre o significado da vida e experimentar simultaneamente a conexão entre cada um de nós e o mundo em que vivemos.

Segundo Wolman:

A espiritualidade, sem conotação religiosa, no meio empresarial é um movimento universal e crescente. A espiritualidade nos torna mais universais e menos individualistas, nos leva ao interesse do bem estar de todos. Ela não pode ser confundida como religião e paranormalidades e sim como uma vivência direta e transcendente com base nos valores e virtudes universais. Ela nos leva á compreensão que só através do autoconhecimento podemos nos relacionar com o universo. O mundo corporativo sentiu com a “crise global, o amargo gosto de uma crise de sustentabilidade.

São treinadas equipes e organizações na busca de estados mais elevados de consciência, que estimulem a identificar e praticar ações visando tornar a empresa uma cidadã consciente em sua comunidade, região e planeta. A espiritualidade no trabalho tem implicações diretas na relação da empresa com os clientes, visão de resultados, liderança, gerenciamento de pessoas, ecologia, educação, desenvolvimento e bem-estar físico, emocional e espiritual. Com isto se encorajam ações de transformação pessoal em seus relacionamentos e em seu ambiente.”

Dana Zohar em seu livro Inteligência Espiritual, argumenta que cientistas descobriram nos lobos temporais no cérebro o “Ponto de Deus” que corresponde aos valores e virtudes para viver a vida.

As crises ecológicas e os problemas da sociedade moderna tais como superpopulação, exclusão, pobreza, o mercado de trabalho e tudo o que compromete a sustentabilidade do planeta e o bem estar, estão forçando novos desafios no mundo corporativo.

Muitas pessoas atualmente,buscam qualidade de vida no trabalho, como um prolongamento de suas casas, interagindo com os colegas como parentes. A empresa como uma família. Muitas empresas hoje estão mais sensíveis á responsabilidade social, ao meio ambiente, a treinamentos comportamentais.

Empresas sensíveis procuram por estados mais elevados de consciência nas suas equipes de forma estarem alinhadas com a responsabilidade de tratar temas como ecologia, liderança, criatividade, qualidade de vida, espiritualidade no trabalho, trabalho cooperativo, comunicação, saúde, lazer, treinamentos comportamentais, sistemas de incentivo, estimulo ao crescimento.

O que movia o mundo dos negócios, criando gerencias de negócios centradas apenas nos lucros, trouxeram prejuízos ao meio-ambiente, na qualidade de vida (muito embora aumentou a longevidade), criaram desigualdades e geraram uma população estressada, mau alimentada.

Quais são os treinamentos que asseguram o uso da intuição para tomar decisões importantes? Quais são os caminhos que inspiram lideres a fazerem algo fora daquilo que é feito há muitos anos, vencer os paradigmas e conceitos que aprenderam na nas pós-graduações e MBA´s . Onde está o fator diferencial ?

Empresas com potencial de investimento na área de treinamento estão cada vez mais buscando cursos comportamentais, como comunicação verbal, relacionamento interpessoal, atendimento ao cliente, media training, treinamentos experienciais ao ar livre, esportes radicais, pnl, inteligência emocional e outros.

Atualmente não é incomum encontrar executivos em torno de um acampamento numa região selvagem, em frente a uma fogueira, trabalhando a criatividade, construindo relacionamentos mais sólidos, buscando introspecção, recebendo na visões sobre os negócios, meditando no sentido de suas funções e no futuro da companhia que trabalham.

Existem treinamentos que consistem em retiros ao ar livre,e que buscam trabalhar o aumento de percepção, o conhecimento de si próprio, superação de limites e desafios, o espírito competitivo, a negociação, a criatividade, espírito de grupo.

Na busca desse um “bom astral” nas empresas, na consciência de que uma empresa sobrevive de “bons resultados”, um novo tipo de consultor empresarial começa a aparecer. Uma nova liderança que inspirará seus colaboradores, parceiros, funcionários, a agirem de acordo com as virtudes humanas, com consciência planetária e sem abrir mão dos resultados, a superarem as expectativas dos clientes .

 

 

AS COMPETÊNCIAS

 

Em 1905, o psicólogo francês Alfredo Binet, por solicitação das autoridades francesas, criou um teste para avaliar o grau de inteligência dos estudantes franceses, principalmente nas áreas de linguagem e matemática, que ficou conhecido e respeitado no mundo todo como “Teste de QI (quociente intelectual)”, muito apesar de seu próprio criador, Binet, afirmar que a inteligência humana era muito complexa para ser avaliada por um teste.

A idéia vigente, inclusive era de que a inteligência seria hereditária, não dependia de estudos, até que no início da década de 80, o psicólogo americano Howard Gardner trouxe para o mundo a teoria das inteligências múltiplas. Nós temos muitos tipos de inteligência ou competências:

O neurocientista David Goleman, popularizou a “Inteligência Emocional”, afirmando que a nossa estrutura não é a razão e sim a emoção. Somos seres apaixonados onde a emoção vem antes da razão. Entendo inteligência emocional como a competência de mobilizar a energia, gerada pelas emoções, de forma positiva para nós e para os outros.

Um das causas de sermos diferentes uns dos outros implica nas diferentes combinações de inteligências que cada um possui. Esta certeza pode melhorar a forma que lidamos com nossos desafios do dia-a-dia, principalmente nos relacionamentos, trazendo ainda a possibilidade maior comprometimento para o bem estar comum.

Numa de suas entrevistas Gardner cita que Picasso foi um gênio da pintura, mas era péssimo aluno. Que existem pessoas que se destacam pelo pensamento lógico, mas não sabem organizar suas idéias com inicio, meio e fim. Grandes filósofos que não sabem usar o corpo com esportes.

Howard Gardner teoriza que todos temos tendências individuais, competências e áreas que mais gostamos. Sua teoria diz que todos temos, potencialmente, várias inteligências que são ou não desenvolvidas de acordo com o ambiente, criação, cultura. Nossa sociedade ainda se concentra mais nas aptidões intelectuais do que emocionais, artísticas, espirituais, etc. As diferentes profissões necessitam de habilidades específicas a elas. Ele classifica:

 

 

Inteligência Lógica

 

É a mais pesquisada de todas, avaliada pelos testes de QI, revela a habilidade em matemática que é fundamental para cientistas, engenheiros, economistas, físicos, etc.

 

 

Inteligência Verbal

 

É a competência para comunicação verbal (oratória) ou escrita, o trato com a palavra, a habilidade de convencer, persuadir, negociar, tranmitir idéias e pensamentos, fundamental para palestrantes, políticos, professores, advogados, homens de negócio, líderes, pregadores, etc.

 

 

Inteligência Corporal

 

É a capacidade de usar o corpo de várias maneiras, a coordenação motora, fundamental para atletas, dançarinos, cirurgiões, atores, oradores, atores, mecânicos.

 

 

Inteligência Musical

 

É a percepção de tons, habilidade com sons, aprender a tocar instrumentos musicais, cantar, fundamental para cantores, músicos, maestros.

 

Inteligência Espacial

 

É a noção de espaço, direção, orientação, visão 3D, design, equilíbrio de cores e formas. Fundamental para arquitetos, pilotos, designers, cirurgiões plásticos, desenhistas.

 

 

Inteligência Intrapessoal

 

Capacidade de relacionar consigo mesmo, buscar auto-conhecimento, auto-estima, de reconhecer pontos positivos e negativos na personalidade. Saber fazer fluir as emoções de forma positiva.

 

 

Inteligência Interpessoal

 

É a habilidade de relacionar-se com as pessoas. Saber conviver e compreender as pessoas, saber ouvir, compreeender e aceitar a necessidade dos outros. Fundamental para negociadores, líderes, educadores, terapeutas.

 

Inteligência Pictográfica

 

A habilidade de transmitir mensagens através de desenhos, imagens, pinturas. Fundamental para designers, artistas plásticos, desenhistas.

 

 

Inteligência Naturalista

 

É a sensibilidade para com o meio-ambiente, saber harmionizar-se com a natureza. Fundamental para paisagistas, ecologistas, jardineiros, arquitetos.

 

 

Inteligência Existencial ou Espiritual

 

Capacidade de refletir sobre questões fundamentais da existência. Através da Inteligência Espiritual, obtemos um sentido de sagrado em tudo o que fazemos, praticamos as virtudes como forma de conduta, encontrando nosso significado existencial e transcendental. Evoca a honestidade e a ética em nossas relações e a termos compaixão com todos os seres

Pesquisas no campo da neurologia, psicologia, física quântica e outras que começam a estudar campos elétricos e magnéticos no cérebro, trazem a teoria de que existem em todos nós uma outra inteligência, que nos liga aos valores e virtudes, que transcendem o próprio ser, nos liga à Deus, ao sagrado, é a Inteligência Espiritual.

 

 

Dana Zohar atribui qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes:

1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo

2. São levadas por valores. São idealistas

3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade

4. São holísticas

5. Celebram a diversidade

6. Têm independência

7. Perguntam sempre "por quê?"

8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo

9. Têm espontaneidade

10. Têm compaixão

Uma nova sociedade só poderá ser sustentável com o reconhecimento de seu lugar no cosmos, com um novo homem/mulher, novas estruturas sociais, novo modelo educacional, com uma cultura de paz .

A espiritualidade no trabalho traz uma visão mais ampla, inspirando funcionários que percebem o sentido de seus objetivos e valores. Compreende sua importância no todo da empresa. É treinado e motivado para realizar sua missão no trabalho.

A espiritualidade no trabalho traz uma visão mais ampla, inspirando funcionários que percebem o sentido de seus objetivos e valores. Compreende sua importância no todo da empresa. É treinado e motivado para realizar sua missão no trabalho.

A liderança com inteligência espiritual tem o desejo de servir. O líder é motivado por valores e sua visão é inspiradora. Trabalha para desenvolver as pessoas, compromete-se com o seu desenvolvimento e dos outros e dos negócios.

“ pessoas com inteligência espiritual elevada procuram fazer mais do que se espera delas. Algo para além da empresa. Quem trabalha unicamente por dinheiro não faz o melhor que pode. Nas empresas em que se busca desenvolver espiritualmente os funcionários, a produtividade aumenta porque eles ficam mais motivados, mais criativos e menos estressados. As pessoas dão tudo de si quando se procura um objetivo mais elevado. Se as organizações derem espaço para as pessoas fazerem algo mais, se souberem desenvolver em cada indivíduo sua inteligência espiritual, terão mais resultados e mais rapidamente Zohar

A editora Campus editou um livro com o nome Corporate Shaman, livro escrito por Richard C. Whiteley.

Whitely é formado pela Harvard Business começou a estudar xamanismo (vivencias ancestrais nativas) em 1992 e criou um programa de coaching baseado em praticas xamânicas, para líderes e gerentes.

Uma das idéias básicas de Whitely era a visão, a idéia. Isso vale tanto para uma orientação espiritual, como para um novo produto, uma nova campanha de marketing. Aprende-se a trabalhar com a imaginação, ou melhor com a imagem-em-ação. E assim podemos criar nosso futuros e o futuro de nosso negócio. O milionário consultor norte-americano, John Perkins, que atuou como executivo de uma bem sucedida companhia de energia alternativa, teve um interesse profundo na natureza e na filosofia nativa. Em suas viagens e pesquisas na florestas, consultando-se com xamãs nativos, começou um estudo intenso sobre xamanismo. Aprendendo a sonhar, obter visões em outras estados de consciência, conseguiu controlar o estresse, e ajudar empresas a responder aos desafios, empoderando os empregados,construindo equipes coesas, criativas e flexíveis.

Uma das coisas que aprendi no meio empresarial é que precisamos ter um sonho. Todos nós precisamos sonhar, ter metas de crescimento, de prosperidade para obtermos a excelência de viver. Nossos objetivos profissionais têm que vir respaldados pelo nosso coração. Produzimos com arte quando temos amor por aquilo que fazemos. O ideal é trabalharmos em algo que sintamos, que de alguma forma, estamos prestando um bom serviço para alguém.

Mas um sonho, sem planejamento, é apenas uma visão...

A visão nos inspira a construção de nosso sonho, e o desejo é o que acende a chama da motivação, da persistência, que conduz à realização progressiva de nossas metas. Para que o sonho de sua organização, de sua empresa, ou de seus projetos aconteçam, eles precisam ser compartilhados com as pessoas certas, com os colaboradores certos.

O sonho precisa ser mensurável, deve ter um prazo para cada etapa realizada, deve ser possível de ser medido e acompanhado. Deve passar por revisões e atualizações.

A busca interior nos ensina a trabalharmos com os sonhos através dos símbolos que eles trazem, para o entendimento de nossa missão, de nosso interior, das nossas potencialidades.

O aprendizado que tive nas empresas, na vida espiritual, nas terapias, com muitos consultores e amigos tem me incentivado para estudar espiritualidade nas empresas dentro da premissa de que se a sabedoria espiritual consegue harmonizar o corpo, a mente, as emoções e a alma das pessoas e dos ambientes, porque não a alma das empresas, vendo a organização como “um organismo vivo?” 

 

Xamanismo atrai adeptos no Brasil

A prática espiritual mais antiga da humanidade foi iniciada pelo homem primitivo no paleolítico

Divulgação

O xamanismo teve origem na região da Sibéria e se difundiu para regiões como China, África e Américas. Nos anos 70, as tradições xamânicas ganharam forças na Europa e EUA, junto com os movimentos ecológicos. O lançamento do livro “A Erva do Diabo”, do antropólogo Carlos Castaneda, considerado um marco para o neo-xamanismo, tornou-se um best seller e logo atraiu parte da cultura hippie. No Brasil, as práticas xamânicas foram introduzidas com a chegada dos primeiros povos indígenas há 40.000 anos.


A prática atrai um público diversificado, formado por médicos, donas de casa, psicólogos, espiritualistas e pessoas como a pedagoga Juliane Soares. “No início tive preconceitos, não é fácil aceitar outras referências espirituais, pois tenho raízes numa educação nos padrões católicos. Hoje vejo o mundo de outra forma”, diz. Já o estudante de filosofia Rodrigo Cintra descobriu a prática em uma revista de grande circulação. “Lembro que fui despertado para o xamanismo, atualmente posso dizer que o vazio que sentia foi preenchido. Saber que somos filhos da Mãe-Terra é confortante”, finaliza.


Na opinião do estudioso Léo Artése, um dos principais especialista no assunto, a explicação para o crescimento da filosofia xamânica vai de encontro com a necessidade de reduzir a materialização do mundo moderno. “O xamanismo vem crescendo, devido às carências da nossa sociedade atual. A falta de sentido de pertencimento, a ausência de rituais, o distanciamento da natureza e de si mesmo, ocasionados pela sociedade moderna, são elementos que estão na origem do interesse crescente pelas práticas ancestrais nos últimos anos”.



Segundo Artése o xamanismo não se define como religião, com uma doutrina espiritual guiada por um líder, como o cristianismo. “As práticas, mitos e entidades dependem da tribo, linha, geografia e crenças. O xamã é sempre uma figura dominante, um intermediário entre o mundo espiritual, a natureza e a comunidade”, afirma. Na concepção de Deus do ponto de vista xamânico existe “Um Grande Espírito” com várias denominações. “Honrando esse Criador Universal, ficamos conectados a todas as suas criaturas, sejam pedras, animais, plantas, águas, ventos e outras manifestações da natureza com as quais compartilhamos a existência nesta vida”, explica.



Ayahuasca: a bebida dos rituais



A ayahuasca, bebida feita a partir de plantas nativas da floresta amazônica, ficou conhecida na mídia através das celebrações do Santo Daime, considerado a “Doutrina Xamânica das Florestas Brasileiras”. O Daime teve início com o encontro de Raimundo Irineu, conhecido como Mestre Irineu, e um xamã peruano, durante um ritual com utilização da bebida. “Atualmente muitos xamãs, inclusive no Peru, rezam para Cristo e aceitam que Jesus foi um Xamã Iluminado”, diz Artése.


Críticos afirmam que a ayahuasca provoca alucinações e mal-estar, o que é rebatido por Artése, que ressalta o seu uso restrito a rituais. Em entrevista divulgada pela ABEAD (Associação Brasileira do Estudo do Álcool e outras Drogas), o psiquiatra Carlos José Renault Filho comenta que a bebida não pode ser considerada uma droga que gera dependência, pois há uma busca individual de nível “subjetivo e religioso”. Contudo, o psiquiatra alerta para a utilização da bebida junto com outras substâncias, o que na opinião do especialista traria “consequências negativas”.

 

 

 

fonte: O Estado RJ 

 

-x-

 

Oriah, Sonhador da Montanha, Ancião Indígena

EU QUERO SABER

Não me interessa o que você faz para viver.
Eu quero saber o quê, de fato, você busca e se você é capaz de ousar sonhar em encontrar as aspirações do seu coração.

Não me interessa a tua idade.
Eu quero saber se você será capaz de se transformar num tolo para poder amar, viver os seus sonhos, aventurar-se de estar vivo.

Não me interessa qual o planeta que está em quadrante com a tua lua.
Eu quero saber se você tocou o centro da tua própria tristeza. E se você tem sido exposto pelas traições da vida, ou se você tem se contorcido e se fechado com medo da própria dor.

Eu quero saber se você é capaz de ficar com a alegria, a minha e a sua.
Se você é capaz de dançar loucamente e deixar que o êxtase te envolva até a ponta dos dedos dos pés e das mãos, e sem querer nos aconselhar a sermos mais cuidadosos, mais realistas, ou nos lembrar das limitações do ser humano.

Não me interessa se a história que você está me contando é verdadeira.
Eu quero saber se você é capaz de desapontar o outro para ser verdadeiro consigo mesmo.
Se você é capaz de escutar a acusação de traição e não trair a sua própria alma.

Eu quero saber se você pode ser confiável e verdadeiro.

Eu quero saber se você pode ver a beleza mesmo quando o dia não está belo.
E se você pode conectar a sua vida através da presença de Deus.

Eu quero saber se você é capaz de viver com os fracassos, os teus e os meus, e mesmo assim se postar nas margens de um lago e gritar para o reflexo da lua: "SIM"

Não me interessa onde você mora ou quanto dinheiro você ganha.
Eu quero saber se você é capaz de acordar depois da noite do luto e do desespero, exausto e machucado até a alma, e fazer aquilo que precisa ser feito.

Não me interessa o que você é, ou como você chegou aqui.
Eu quero saber se você irá postar-se no centro do fogo comigo e não fugir.

Não me interessa onde, o quê, ou com quem você estudou.
Eu quero saber o que te sustenta interiormente quando tudo o mais desaba.

Eu quero saber se você é capaz de ficar bem consigo mesmo.
E se você realmente é boa companhia para si mesmo nos momentos vazios.

(texto de Oriah, Sonhador da Montanha, Ancião Indígena)

 

 

O que é o Caminho Vermelho?

  
Hoje em dia existem tantas explicações e variações sobre o xamanismo quanto, pessoas caminhando sobre a terra. E se você estudar e pesquisar um pouco ficará realmente surpreso e satisfeito com tanto conteúdo que está a sua disposição nesse exato momento. E, talvez, você estude o xamanismo por anos, e até pratique suas teorias, mas provavelmente se você ainda está buscando respostas, é porque pode estar se distraindo pelo caminho. Pode não querer encontrar aquilo que é mais simples do que qualquer teoria dentro desse caminho espiritual, e que os povos nativos já encontraram e praticaram essas descobertas durante milênios sobre a terra.
É interessante dizer que para esses povos, não existe uma palavra que se refira ao EU como alguém separado. Para a maioria dos povos indígenas não existe EU, somos todos NÓS apenas um único ser, vivendo um sonho dentro do mundo manifesto da dualidade. Para acordar você simplesmente precisa estar disposto a se entregar, e sentir essa entrega como a sabedoria simples e profunda que é nos submetermos e não nos opormos ao fluxo da vida. O único lugar em que podemos sentir o fluxo da vida é o Agora.
Isso quer dizer, aceitar o momento presente sem exceções, abandonando a resistência interior daquilo que é. A resistência interior acontece quando dizemos "não" para aquilo que é através do nosso julgamento mental e de uma negatividade emocional. A resistência é a mente. A aceitação daquilo que é, nos religa, nos liberta imediatamente da identificação com a mente e nos reconecta com o Ser. Essa dualidade criada é a raiz de toda a complexidade desnecessária, de todos os problemas e conflitos em sua vida.

Dentro do caminho vermelho ou a boa estrada vermelha, que se refere ao modo vida indígena "o amor é um estado do ser". Não está do lado de fora, está bem dentro de nós. Não temos como perdê-lo e ele não pode nos abandonar. Não depende de ninguém, de nenhuma forma de vida, de nenhuma forma externa. Essa é a realização da unidade. Isso é amor. Sentir profundamente a presença sem as viciadas ilusões que estamos tão habituados a alimentar e a sustentar.
Entre nesse instante no Agora onde quer que você esteja. Caminhe com a sua verdade dentro de suas escolhas. Assuma as conseqüências de ser quem você é. Viva a plenitude dentro da sua jornada de vida. Que tipo de negociação você pode fazer dentro da consciência? Não podemos atalhar o caminho, não podemos negociar ou driblar a consciência, ela é o olho, o oráculo da verdade e se manifesta independendo das suas vontades. Se eu puder resumir o que é o caminho vermelho, escolho dizer assim: 
É o caminho que leva a mente ao coração.
Podemos dizer que é um viver natural, não estar separado de si nem do outro, não delegando ao outro a própria felicidade, assumindo a si mesmo com amor e compaixão, sendo quem se é.
Mas você não entenderá isso se não sentir sua própria experiência dentro do presente, dentro do agora. Serão apenas palavras, palavras de conhecimento que você já está cansado de ler e reler e quando você tenta aplicar na prática da sua vida, a desconexão continua.
Então a resposta nesse texto para "O que é xamanismo?" talvez seja tão simples como apenas se permitir estar em paz, viver em harmonia dentro do presente, viver cada momento aqui e agora sem se preocupar com o que foi, nem com o amanhã, estar aqui nesse instante é um ato de coragem. E ser feliz sendo quem se é.

 

 Por Sthan Xanniã,  Xamã, Lider de Cerimonias e proprietario

do Aos Filhos da Terra - Nucleo de Estudos e Praticas Nativas 

www.filhosdaterra.etc.br 

 

Xamanismo: a natureza dentro de você 

Deborah Dubner / www.itu.com.br

 

Dentro da visão xamânica, as batidas do tambor são as batidas do coração da Mãe Terra.

Por Deborah Dubner

 Esta reportagem pretende dar uma visão inicial do caminho Xamânico, com o intuito de ilustrar como ele pode atuar no seu cotidiano, convidando-o a honrar sua própria vida e a de todas as suas relações. Não há caminhos fechados, respostas prontas ou receitas milagrosas. Há apenas um vasto universo de possibilidades, cujo principal convite é: aprenda com a natureza e siga o caminho do seu coração.

 O Xamanismo é, antes de tudo, uma forma de ler e viver a vida. Ele contempla uma intensa compreensão da natureza e dos relacionamentos que nós, seres humanos, podemos ter com ela. Os ensinamentos contidos no Xamanismo nascem com os povos nativos, que nutrem um profundo respeito por seus ancestrais e por todas as formas de vida. Não e por acaso que os indícios de práticas xamânicas remontem há mais de 40 mil anos. Pode-se dizer, de uma forma bem simples, que o berço do xamanismo é o momento em que o homem se percebe como parte de um todo maior, reconhecendo a sacralidade da vida e os mistérios da natureza e dos espíritos.

 Nos últimos anos, a curiosidade pelas práticas xamânicas tem aumentado fortemente. Em parte, porque muitos já acordaram para o sentimento de vazio da alma, e intuem que ele não pode ser preenchido por ofertas sedutoras e passageiras do mundo moderno. Há também quem gosta de novas experiências, e vê no Xamanismo - conhecido também como Caminho Vermelho - a possibilidade de fazer “viagens ao mundo dos espíritos”. Quem ama a natureza também encontra nos ensinamentos xamânicos um abrigo para acalentar o corpo cinza, a mente cansada, o coração distante e o espírito esquecido.

 O Xamanismo se encaixa em qualquer crença ou religião, pois sua principal ligação é com a Vida e seus mistérios. A Mulher Medicina Sylvie Shining Woman, que há mais de 30 anos vivencia as práticas xamânicas, mostra através de seus ensinamentos que toda vida é igual. “Não há separação entre um rio, uma flor, um relâmpago. É tudo Vida, embora cada um ressoe a sua freqüência. É importante honrar qualquer forma de vida e reconhecer toda a vida que existe a nossa volta”, convida Sylvie.

Rituais e Cerimônias Xamânicas

Os nativos americanos dizem que cada pessoa chega ao planeta com a sua própria medicina original. Ninguém mais traz esse dom específico. Cabe a cada um aprender a reconhecer e expressar esses dons ao longo da jornada pessoal. Os rituais são essenciais, na medida em que - de uma forma muito intensa - catalizam o poder pessoal de cada ser humano e ao mesmo tempo o convida a uma visão mais abrangente de seu lugar no mundo e de sua responsabilidade com o planeta. 

Os rituais xamânicos ajudam a trazer a consciência de que somos parte de “algo maior”, parte de uma terra viva. Como explica Shining Woman: “Desde os tempos antigos, os sábios perceberam a necessidade de criar cerimônias para amplificar momentos de profunda transformação durante o decorrer da vida. A cada mudança, os indivíduos eram inseridos em novos papéis sociais e a sua contribuição para o Todo se redefinia. Esses momentos ritualizados marcam a caminhada biológica humana.”

Os rituais e cerimônias xamânicas têm sido muito procurados por vários tipos de pessoas. Trazendo familiaridade ou estranheza, o seu chamado tem sido ouvido pelo mistério que convida a superar o medo do desconhecido. Na base de todos esses rituais está o respeito pela natureza e pelos ancestrais, o desejo incondicional de paz e harmonia com o planeta, o amor pela Mãe Terra e o caminho do coração. Dentre os rituais mais procurados estão as danças, saunas sagradas (Inipi), busca de visão, cantos e tambor.

Danças e Cantos

As Danças e cantos causam grande interesse às pessoas que buscam no Xamanismo um caminho de transformação. Cada dança tem uma forma diferente de se manifestar, de acordo com a linhagem e estilo do seu focalizador.

Essas Danças não promovem nenhuma religião, nem crenças específicas. Cada pessoa é vista como um lindo ser de luz com seu caminho único e maravilhoso. As Danças estão abertas para todos aqueles que estão em busca de inspiração para viver uma vida de alto potencial. 

Ao contrário das danças sociais comuns, a dança xamânica funciona como uma espécie de mantra e vibração coletiva, que gera um alto potencial energético. Para quem dança, apesar de todos os desafios de vencer a si mesmo, a colheita é sempre farta e generosa.

Todas essas danças são acompanhadas pelo som do tambor e pelo canto de pessoas preparadas para este ritual. A voz e o som do tambor são a sustentação da dança e seguram a energia dos dançarinos em momentos de celebração ou de dificuldade. Existem canções e danças próprias para cada cerimônia e ritual, e elas devem ser respeitadas de acordo com cada tradição.

O tambor é a alma da dança xamânica. Em diversas culturas de todas as partes do mundo ele está presente e é utilizado de alguma forma mística, ritual ou espiritual. Dentro da visão xamânica, as batidas do tambor são as batidas do coração da Mãe Terra. Redondos, os tambores representam também o ciclo da vida e aproximam as comunidades. Tocar tambor é, assim como dançar, uma experiência espiritual.

Conheça algumas danças xamânicas que ocorrem no Brasil.

 

Honrando todas as formas de vida


Ao pisar na trilha xamânica, o universo que nos circunda ganha outra dimensão, pois percebemos que a vida se apresenta em todos os detalhes. Aprendemos a sentir e honrar a verdade de cada ser, seja ele do reino humano, mineral, vegetal, animal ou espiritual. Aprendemos com a verdade das árvores, doadoras incondicionais. Aprendemos com a verdade do fogo a sua força transformadora. Aprendemos com a verdade da água a fluidez de nossas emoções. A terra, árida e generosa, nos ensina sobre o acolhimento. As pedras trazem a magia dos tempos antigos, quando o silêncio era maior do que o barulho. Os animais tornam-se nossos mensageiros.

Essa simples mudança de percepção muda tudo. Porque quando honramos, amamos. Quando honramos, ficamos conectados com todas as formas de vida do planeta. Quando honramos, aceitamos. Fazemos as pazes com nós mesmos e com todas as nossas relações.

O primeiro passo para além do além

Aventurar-se no caminho xamânico é percorrer uma estrada sem fim. A cada passo, maior a grandeza. Em cada descoberta, mais a luz se revela e mais o mistério se amplia. Não há como sair do jeito que se entrou. A consciência se altera, a ação se modifica, a emoção derrete e o espírito ganha o céu. Assim como cada ser humano é único, o trilhar dessa jornada é também único para cada um que resolver se aventurar. No entanto, o local de chegada será sempre o mesmo: a descoberta de que a vida é mágica, bela e especial. O convite é um só: ir muito além do além ... hoje e sempre. 

 

 

 DICAS de LIVROS e FILMES com o tema XAMANISMO e Cultura NATIVA

 

Xamanismo e as técnicas arcaicas do êxtase

 

Author:  Mircea Eliade

O xamanismo é uma das técnicas arcaicas de êxtase, ao mesmo tempo magia e 'religião' no sentido amplo do termo. Mircea Eliade empenhou-se em apresentá-lo em seus diversos aspectos históricos e culturais, mas privilegia o estudo do fenômeno, a análise de seu simbolismo e de suas mitologias. Graças a ele, descobrimos todo um mundo espiritual que, embora muito distante do nosso, não lhe é inferior nem em coerência nem em interesse.

 

 Penas sagradas

Author:  Maril Crabtree

Há milênios as civilizações tradicionais conhecem o extraordinário poder da plumagem dos pássaros. Sacerdotes, xamãs, feiticeiros, mestres e iniciados de todo o mundo sempre souberam que penas são objetos mágicos, guias e mensageiras da natureza e do espírito. Em 'Penas Sagradas', Maril Crabtree oferece as chaves dessa sabedoria ancestral, aponta o caminho da magia e mostra como utilizar a energia das penas para atrair influências positivas para todas as áreas da vida, curar a si mesmo e aos outros - física e espiritualmente, superar a angústia, a depressão e o desânimo, receber e compreender as importantes mensagens que o universo nos envia.

 

 

Xamanismo Celta

 Author:  John Matthews

Apresenta as técnicas e métodos do Xamanismo Celta - um caminho espiritual ao mesmo tempo novo e profundamente ancestral. O autor fornece uma abordagem extremamente prática da vida xamânica, ensinando, através de textos simples mas ao mesmo tempo ricos em simbolismo, as habilidades necessárias para que possamos utilizar da melhor forma os talentos que todos nós possuímos.

 

 O caminho quádruplo

 Author:  Angeles Arrien

A principal característica do trabalho dessa antropóloga americana é estabelecer uma ponte cultural entre a antropologia, a psicologia e a religião através das tradições xamânicas. Com estilo e linguagem de um prático manual, ela mostra como a sabedoria dos povos indígenas continua sendo importante para nossa vida em família, em nosso trabalho e em nosso contato com a Terra. Com ilustrações.

 

  

A dança dos curandeiros

 Author:  Carl A. Hammerschlag

A magia ancestral do uso do peyote, a Dança do sol, as cerimônias ao Grande Espírito Wakan Tanka e uma série de outros rituais de cura mostrando o quanto estas culturas têm a ensinar à humanidade

 

  

A erva do diabo

 

Author:  Carlos Castaneda

A erva do diabo - Aborda a história dos cinco anos que Carlos Castaneda passou ao lado do índio yaqui dom Juan, em Sonora, México.

Uma estranha realidade - após três anos sem ver o índio Dom Juan, volta ao Novo México para reiniciar seu aprendizado como feiticeiro.

Viagem a Ixtlan - as chaves para o mundo do índio Dom Juan, com uma clareza jamais presente em seus livros anteriores.

Porta para o infinito - Dom Juan aparece no mundo moderno e urbano demonstrando suas lições de poder nas ruas movimentadas, utilizando o ambiente da cidade para desvendar as asas da percepção.

Segundo círculo do poder - Narra uma aventura de provações e disputas pelo poder no caminho da impecabilidade e da liberdade buscadas pelos feiticeiros.

O fogo interior - Nesta obra, Castaneda descreve com detalhes surpreendentes os ensinamentos de Don Juan, mostrando um "outro ponto de vista" sobre seus encontros com o índio yaqui.

O poder do silêncio - Novos ensinamentos de Don Juan.

Presente da águia - O índio volta a aparecer em forma de memórias. Também é apresentada a noção de vida de Dom Juan.

Passes mágicos - uma série de posições e movimentos físicos que possibilitaram a vários xamas a navegação em suas próprias jornadas iniciáticas.

 

O caminho do guerreiro pacífico

Author:  Dan Millman

Depois de quatro anos de treinamento com o velho guerreiro a quem chama de Sócrates - e a despeito de tudo que aprendeu - Dan Millman vê-se diante de fracassos pessoais e crescentes frustrações. Desiludido com a vida e sem se sentir capaz de concialiar conhecimento com ação, parte para uma busca pelo mundo para reencontrar seu objetivo e sua fonte de inspiração. Um lembrança inesperada o leva a procurar e a encontrar uma mulher xamã nas profundezas da floresta tropical do Havaí. Ela o conduz de volta à esperança e o leva a encarar seus medos, preparando-o para o que ainda haveria de acontecer.

 

O curandeiro nativo

Author:  Urso Pardo do Lago

 

O vôo da águia

Author:  Léo Artese

Xamanismo é a magia natural. É a busca tradicional do poder pessoal e do auto-conhecimento.

Neste livro, Léo Artése através de suas pesquisas e vivência, leva o leitor para uma verdadeira viagem iniciática ao Universo Xamânico, onde reside a fonte espiritual das manifestações da natureza e da Consciência da Humanidade.

As práticas xamânicas possibilitam o acesso à fonte de poder interior onde reside a sabedoria ancestral, permitindo ao praticante, saber quem é, aonde está, para onde ir, e quais são as transformações necessárias ao ser para trilhar o Caminho Sagrado.

O livro traz exercícios, vivências, meditações, receitas, cerimônias, rituais, proporcionando ao leitor a oportunidade de voar nas asas da águia, expandindo sua consciência para entrar no verdadeiro céu de amor, paz e luz

 

O espírito animal

Author:  Léo Artese

Descubra seu animal guardião

Esse relacionamento poderá lhe trazer um vigor extra, ajudar a ter idéias mais criativas, a prevenir doenças ou colaborar na recuperação de sua saúde, melhorar seu relacionamento com as pessoas e com o Universo, aumentar sua intuição, melhorar seu poder de tomar decisões, aumentar a confiança e a disposição para enfrentar os desafios da vida .

Espero abrir uma nova porta de entendimento e autoconhecimento.

Que este livro seja mais uma ponte para um novo modo de ver o mundo, com mais conhecimento para caminhar em equilíbrio na nossa Mãe Terra.

Nesse momento decreto que se abra a porta do Mundo Profundo, para você leitor, encontrar-se com os mistérios, com a magia e com o poder do espírito animal.

 

   

Dançando o sonho

Author:  Jamie Sams

Baseada na sabedoria dos nativos norte-americanos, Jamie Sams apresenta 'Dançando o sonho' ensinando, através de sete passos de reflexão, a fórmula para uma vida mais ativa e iluminada. O livro se baseia na crença de que cada ser humano tem seu próprio caminho sagrado, que muda conforme toma decisões e alterna a visão das coisas.

 

Cartas xamânicas

Author:  Jamie Sams

Em uma época de incríveis descobertas científicas e desenvolvimento tecnológico, o homem continua perdido, à procura de um sentido para sua existência. 'Cartas xamânicas', de Jamie Sams e David Carson, revela como o conhecimento dos índios americanos indica um caminho para a cura e a plenitude. Os autores, iniciados no xamanismo, associam padrões de comportamento dos animais às lições de vida, que ajudam o ser humano a tornar-se mais intuitivo e ligado à natureza. 'Cartas xamânicas' estuda 44 animais e seu simbolismo. O livro vem acompanhado de um baralho com a representação destes animais para consulta. O consulente também poderá fazer seu próprio totem, baseado na sua identificação com animais excluídos do baralho, através de cartas em branco. Este totem pessoal vai servir como um escudo sagrado. A exemplo dos talismãs, o escudo feito pelo consulente poderá ajudá-lo a alcançar seus desejos. Mas, de acordo com os autores, as cartas xamânicas não podem ser usadas com fins antiéticos. O livro apresenta ainda uma série de seqüências para a leitura divinatória. Por exemplo, se as cartas estiverem dispostas de acordo com a Seqüência Druídica, o consulente poderá obter informações sobre o passado, o presente, o futuro, os desafios desta fase, os que acabaram de ser superados, aquilo que está a favor e o que está contra o tema consultado. Já o Sistema da Cura revela um aspecto da personalidade sobre o qual é necessário refletir. A Seqüência da Roda do Sol indica a forma como os outros vêem o consulente. E o que representam os animais? A águia simboliza o espírito, a capacidade de viver na esfera espiritual. A corça ensina a usar o poder da gentileza enquanto o urso representa a introspecção; a cobra, a transmutação, o cachorro, a lealdade, e a formiga, a paciência. Os autores também explicam a leitura de cartas invertidas. Assim, se a carta do cachorro aparece invertida pode significar deslealdade.

 

  

As cartas do caminho sagrado

Author:  Jamie Sams

Para a autora não foi difícil harmonizar os ensinamentos escolhidos no seio da tradição dos povos indígenas da América do Norte, e difundir, para além das fronteiras tribais, suas preciosas lições de vida. O livro acompanha 44 cartas primorosamente ilustradas, contendo cada uma delas um sentido e uma mensagem particulares, que podem ser usadas uma a uma em consulta diária ou organizadas em seqüências que apontam diversos caminhos para o conhecimento interior. Utilizadas com o texto correspondente, que explica as várias formas e métodos de interpretação e adivinhação, as cartas revelam-se a serviço da intensificação da autoconsciência e da mudança positiva. ''As cartas do caminho sagrado'' visam, portanto, auxiliar o inquieto peregrino espiritual em sua viagem de autodescoberta, abrindo-lhe as portas para novos modos de pensar, de viver, de ser.

 

 Xamanismo - Origens e mistérios

 Author:  Czaplicka, M. A.

Em seu livro 'Xamanismo - Origens e Mistérios', Marie Antoinette Czaplicka foi a primeira a aprofundar o estudo do Xamanismo, viajando à longínqua Sibéria, vivendo com os Xamãs e aprendendo verdadeiramente sua filosofia. O termo Xamanismo é usado pela Antropologia para designar manifestações mágico/religiosas, em que um Xamã, por meio de estados extáticos, contato com animais de poder (seus guardiões e auxiliares), danças e toques de tambor, consegue fazer a ponte entre o mundo dos homens e o dos espíritos. Pode ser considerado a forma mais antiga de religiosidade, presente em todos os continentes e é a raiz de um grande número de religiões. Alguns tópicos abordados no livro - A Vocação do Xamã; O Período Preparatório do Xamã; Os Tipos de Xamãs; Os Acessórios do Xamã; Xamanismo e Sexo; Cerimônias Xamânicas; Deuses e Espíritos.

 

 

Filmes

Para conhecer um pouco mais sobre o Xamanismo e as práticas Nativas, segue aqui uma Lista de Filmes que abordam o tema de maneira direta ou indireta. Bom filme !

Pow wow Highway - 1989
Desejo de Vingança - Blueberry - 2004
Guardião dos Sonhos (Dreamkeeper) - 2003
Enterre meu coração na curva do Rio (Bury my Heart at Wounded Knee) - 2007
Sinais de Fumaça (Smoke Signals) - 1999 
Spirit Rider - 1993
Skins - 2002
The Last of His Tribe (1992)
The Doe Boy (2001)
The Trail of Tears: Cherokee Legacy (2006)
The Song of Hiawatha (1997)
Apocalypto - 2007
500 Nations - 2004
Sioux City (1994)
The last of the Mohicans - 1999
Dance with Wolves
Mitr, my friend - 2001
The war that made America - 2006
Black Indians - 2000

Irmão urso

Em busca de vingança por seu pai ter sido morto por um urso, o índio Kenai acaba sendo amaldiçoado pelos espíritos da floresta e é transformado em um urso. Obrigado a viver sob a nova pele, ele começa a ver a realidade sob a ótica dos animais. Logo faz amizade com outro urso, Koda, mas se vê em apuros quando seu próprio irmão começa a caçá-lo.

 

A educação da pequena árvore

James Cromwell (Babe, O Porquinho) estrela essa comovente adaptacao do aclamado best-seller, sobre um indiozinho Cherokee de oito anos, que vive nas montanhas Smoky, Tenesse, nos anos 30. Seu nome e Pequena Arvore (Joseph Ashton) e depois que perde os pais, ele vai viver com seus avos. E o comeco de uma nova vida, cheia de alegria, descobertas, retrocessos, triunfos e bons amigos, como Willow John, um mistico indio Cherokee, que faz previsoes. A vida e dificil durante a depressao, mas para Pequena Arvore e um tempo inesquecivel para aprender a crescer.

 

Blueberry - Desejo de vingança

Mike Blueberry (Vicent Cassel - O Pacto dos Lobos e Rios Vermelhos) é um policial federal do oeste americano com um privilegiado vínculo com os índios que o ajuda a manter a delicada harmonia entre as duas civilizações. Mas, os problemas começam quando seu arquiinimigo Blount (Michael Madsen - Kill Bill), um misterioso assassino, chega à cidade transformando-a em um verdadeiro inferno! Blount, o responsável pela morte do primeiro amor de Blueberry vinte anos antes, está à procura de um "tesouro" indígena: uma mina de ouro escondida em território sagrado dos Índios. Com a ajuda de Runi,um índio Shaman com quem cresceu, e de Maria(Juliette Lewis-A Sangue Frio),cujo pai também foi morto por Blount,Blueberry segue atrás do criminoso. Depois de enfrentar os perigos do território hostil, Blueberry está próximo de sua vingança. Mas,no coração das Montanhas Sagradas, todos os demônios ocultos vêm à tona e, para que possa finalmente derrotar seu inimigo, primeiro Blueberry terá que encarar seu próprio passado.

 

Guardião dos Sonhos

 A única forma De Shane (Eddie Spears) escapar de uma guangue a quem deve dinheiro é levar seu avô Pete (August Schellenberg) a uma cerimônia indígena, onde os Guardiões dos Sonhos se reúnem para contar as histórias e lendas de seu povo. Agora, chegou a vez de Shane. Venha você também, conhecer a coragem dos guerreiros Crow, o Deus Trovão, um Cavalo Encantado e a serpente Gigante.

Estas e muitas outras lendas encantadoras em um filme iluminado, com o sabor de aventura para toda família

 

BOA LEITURA E BOM FILME !